Migração do Blogger para WordPress

No ano de 2013 o Google anunciou a descontinuidade do projeto Blogger, ele continua a existir sem investimento em atualizações, em contra partida seu concorrente o WordPress foi ganhando novos adeptos e evoluindo ao longo do tempo.

Até então nada interferia no andamento do meu blog dentro do Blogger, pois, meu objetivo era disponibilizar tutoriais a quem estava (ou está) em fase de aprendizado, e crescer junto comigo, e indo um pouco mais além eu estava sem tempo para divulgar novos posts e passando por uma fase de transição profissional.

Ao longo do tempo, criei um site visando divulgar meus trabalhos pessoais dando indícios a abrir um negocio próprio como algo em paralelo, pois, atualmente estou aprendendo coisas novas em um novo trabalho como CLT. AngularJS para FrontEnd e o framework Laravel de PHP para Backend estão em evidência e vão ter vida longa.

Logo minha estigma social despertou em mim a necessidade de compartilhar esse conhecimento com outros profissionais que querem evoluir em suas carreiras, lembrando que eu também sou profissional iniciante diante das duas tecnologias citadas. Diante deste cenário decidi verificar alguma forma de centralizar as ferramentas que tenho disponíveis, criei um subdomínio para o blog(o que ajuda a divulgar meu site profissional), instalei o WordPress e realizei a migração de todos os meus dados do Blogger para o WordPress. Vou escrever um post como realizar essa migração em Breve.

O Que vem pela frente?

Meu objetivo é construir tutoriais práticos para iniciantes em Laravel, AngularJS, todas as ferramentas que podem ser utilizadas em torno deles como o Material Design, Swegger, o Git, inclusive compartilhando o código no GitHub. Também farei reviews pessoais sobre os livros que gosto de utilizar para estudar tais como: Desenvolvendo com AngularJS de Seshadri da editora Novatec, Aprendendo Material Design de Kyle Mew dentre outros.

Este é meu objetivo, compartilhar informação e ajudar a quem precisa então até a próxima, aguarde as novidades.

Share

Construindo Wireframe com o programa Axure RP Pro – Parte III

Neste terceiro e ultimo post referente ao Wireframe nós vamos adicionar elementos a nossa pagina “Home”.
 
Vamos supor que nosso site seja do tipo coorporativo, referente a um colégio, logo nosso layout precisa ser bem organizado, de aspecto limpo.
 
Vamos começar inserindo a nossa header, ela deverá conter uma logo e o menu alinhado ao lado. Lembre-se que para inserir elementos basta arrastar para a o palco.
Inserindo a imagem e o menu:
após editar o menu e inserindo transição de slides a esquerda, na direita temos uma sidebar para login:
Um pouco mais abaixo vamos inserir um pequeno texto e uma tabela com notas de alunos, e por fim o rodapé contendo o endereço da empresa.
Esses e muitos outros elementos podem ser incorporados para que você apresente ao seu cliente uma visão geral de como ficará o site ou sistema, ainda em tempo de ele dar dicas ou você apresentar soluções antes de iniciar o processo de desenvolvimento com código, pois voltar atrás depois será um retrabalho muito maior.
 
Explore o que ha de melhor nesta ótima ferramenta que é o Axure, com certeza você irá obter resultados acima da média.
 
Consulte o link da Axure para tutoriais com maior ênfase de detalhes. Até a próxima.

 

Share

Construindo Wireframe com o programa Axure RP Pro – Parte II

 

Neste segundo post referente ao Wireframe iremos conhecer o software Axure, de maneira introdutória vamos ter uma visão geral do conteúdo que temos em mãos. 
A primeira visão ao abrir o programa será esta:
 
Ao centro nós temos o que geralmente chama-se “palco”, ou seja, é onde você irá colocar seus elementos de uma pagina web, por default o programa começa com a home.
Do lado esquerdo nós temos a caixa “sitemap”, que é o mapeamento ou ramificações das paginas que compõem o site são editáveis, conforme mostra a imagem abaixo:
Repare que a medida que as paginas são criadas, as abas referentes a elas são acrescentadas em nosso palco, no centro do Axure.
Continuando a conhecer o software, ainda do lado esquerdo, abaixo do site map, nós tempos uma outra caixa, que recebe o nome de widgets, nela contem os elementos que podemos adicionar a nossa pagina, como por exemplo, imagens, links, menus, caixas de texto, etc., vejamos algumas imagens abaixo:
 
 
Você pode expandir as caixas clicando no icone de setinha azul, no canto superior direito de cada caixa.
Para adicionar esses elementos a pagina, basta arrasta-los para o palco.
Do lado direito, nós temos a caixa “Annotations & Interactions”, onde realizamos anotações/ações e/ou regras de nossos elementos que compõem a pagina web. Um ponto forte é simular os eventos que a pagina deverá conter, isso é interessante para apresentar ao cliente durante uma reunião. Veja a imagem abaixo, fiz a inserção de uma caixa de texto, e realizei algumas anotações:
Na parte inferior de nosso palco, nós temos uma caixa “Page notes & Page Interactions”, que são anotações e interações da pagina como um todo, a função onLoad geralmente é utilizada em pagina web.
na parte superior, nós temos a barra de menus e as barras de ferramentas, onde podemos definir tamanho da letra, tipografia, cores, etc.
Para finalizar o post de hoje, vou deixar abaixo dois links bem interessantes sobre Axure, e no próximo post vamos construir a pagina home do nosso site para ver como fica. Até a próxima pessoal, não deixem de conferir os links abaixo:

 

Share

Os Novos Sistemas de Apoio à Decisão(SAD) ou Business Intelligence(BI)

A algum tempo as empresas mensuravam seus lucros através de quantidade e qualidade do produto, hoje, procuram utilizar de novas técnicas de vendas, para chegar ao objetivo, faça-se necessário uma analise detalhada sobre os processos, clientes, tecnologias e concorrência, para tomar decisões em prol da empresa.

Para isso surgiram no inicio do anos 90 as novas ferramentas para SAD, são elas: Data Warehouses, OLAP, Data Mining e Web-SAD, e esses foram a base de um sistema de BI.

Dentre os cases mais famosos e citados sempre em salas de aula está o caso da rede de supermercados Wallmart,  na qual os refrigerantes foram colocados ao lado dos salgadinhos de chips, e as fraudas bem perto das cervejas, já que na maioria das vezes são os pais(homens) que fazem a compra das fraudas, outros fatos conhecidos são o molhos de katchup próximo a área de frigorifico(salshichas) e os Cd´s de Axé próximo aos remédios(efervecentes) para o fígado.

O Investimento é caso, porem o retorno acaba compensando, no caso do Wallmart, e investimento evitou a perda de quase 150 mil clientes e de 35 milhões de dólares em faturamento.

Vamos conhecer um pouco dessas ferramentas? Vamos lá:

Data Warehouses: Data Warehouses ou Armazém de dados, contem diversas informações da organização, sendo estruturado para realizar consultas analíticas, podendo ser dividido por assunto, sua construção deve ser prevista em um projeto completo, pois é preciso avaliar o custo, o tempo,  o prazo, riscos.

OLAP (Processamento Analítico On-Line): Ferramenta online de processos analíticos. Permite a analise dos dados através de acessos rápidos, consistentes e interativos, ou seja, fornece base para análise do negócio e tomadas de decisão. A ferramenta OLAP é o que realmente dá vida ao DW, pois, ele processa os dados do DW de maneira rápida para consultas analíticas complexas.

Data Mining(Mineração de Dados): é muito utilizado em analyses complexas e fazendo um tratamento especial nas informações, requer uma interação completa com humanos, que são os responsáveis por determinar os valores encontrados.  Dentre suas funções estão: Identificar clientes leais, identificar qual produto tem maior potencial de compra, gerar de padrões de comportamentos dos consumidores de acordo com a região demográfica, identificar quais consumidores serão atingidos por uma campanha de marketing, etc.

As informações básicas sobre as ferramentas de tomadas de decisões são essas, caso queiram aprofundar mais no assunto, ou sugerir novos posts entrem em contato por contato@frtavares.com.br  será um prazer receber indicações e participações. 
Share

Marketing Digital: Muito além das redes sociais.

Atualmente, quando as pessoas falam a palavra mágica marketing digital, logo lhes vem no pensamento as redes sociais, facebook, twitter… e só.

Pois é essa é uma falsa ilusão que se criou em torno do profissional de marketing digital, graças ao “boom” momentanio que as redes sociais proporcionaram, mas em verdade o marketing digital e o seu profissional vão muito alem disso, vamos conhecer um pouco mais?

Primeiramente Marketing Digital, claro, não está ligado somente a internet, também pode ser encontrado e utilizado em outros meios eletrônicos, como celulares, TV digital, mp4, etc… Em verdade o que prevalece é a interatividade entre o consumidor, o produto e o anunciante.

Dentre as principais ferramentas de Marketing Digital podemos citar:

Newsletters: Se trata de um boletim eletrônico utilizado para promover noticias, promoções, novidades e informações da empresa.

Email Marketing: O email marketing é interessante por ser curto e breve, objetivo, com tópicos muito bem escolhidos para promover algo importante para a empresa.

Mobile Marketing: trata-se de um marketing direto, você sabe o conteúdo especifico a enviar para este cliente, promove diálogos, troca de imagens e envios de sms.

Marketing viral:A alguns meses virou febre na internet, principalmente no youtube, os marketing Virais, eles são interessantes por serem bem criativos e dinâmicos, e principalmente não são diretamente uma propaganda da marca, o objetivo é chamar a atenção, de maneira emotiva e assim fazer com que se espalhe a noticia entre as pessoas, isso atrai o publico e o faz lembrar e divulgar a marca que criou o viral.
Portanto como puderam perceber focar somente em redes sociais é um erro, isto não é nem de longe um Marketing Digital, muito menos o dever e foco do profissional de Marketing Digital.
Share